Preloader Nitra Farmacêutica

Melatonina 5mg 30 cápsulas “Este medicamento deve ser manipulado somente sob prescrição médica.”

Cód. Produto: 2069

Solicite um orçamento

Voltar para produtos

Descrição

A melatonina é um neuro-hormônio endógeno produzido predominantemente na glândula pineal, sintetizado a partir do triptofano e derivado da serotonina. Em indivíduos com visão normal a secreção de melatonina aumenta logo após o anoitecer, atinge seu pico máximo na madrugada e reduz lentamente nas primeiras horas da manhã. Ela possui papel essencial na sincronização do ritmo circadiano, em particular, no sono e vigília e no metabolismo energético. Alguns fatores costumam influenciar na produção de melatonina são: idade, exposição a fontes de luz, alguns medicamentos, cegueira. Melatonina nos distúrbios do sono: Distúrbios primários do sono (ex. insônia) podem estar ligados a outras doenças e causar desgastes físicos ou psicológicos, dificuldades de concentração, de aprendizado, mau humor, indisposição e outros estados que comprometem seu bem-estar. Estudos clínicos realizados em adultos e crianças após a administração oral da melatonina a curto e longo prazos evidenciam a melhoria na latência, na qualidade e no tempo total de sono. Melatonina na atividade antioxidante: A eficácia da melatonina como agente antioxidante está relacionada com sua capacidade de capturar radicais livres devido à presença do anel indólico na sua estrutura química, de melhorar a ação de enzimas antioxidantes e estimular a síntese de antioxidantes endógenos (ex. glutationa). Além disso, os produtos gerados durante as cascatas de reações antioxidantes a partir da melatonina, também exercem ação antioxidante. A melatonina também apresenta beneficios como: - É uma substância é indicada para quem tem dificuldade de começar a dormir, de manter o sono ou de ter um descanso de qualidade durante a noite. - Controle na produção de hormônios sexuais femininos. - Efeito antioxidante nas células. - Fortalecimento do sistema imune. "Este medicamento deve ser manipulado somente sob prescrição médica."

Tomar 1 cápsula conforme recomendação médica.
1. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado. 2. Pessoas com hipersensibilidade à substância recomenda-se descontinuar o uso e não ingerir o produto. 3. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Qualquer dúvida entre em contato com a Nitra. 4. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças. 5. Este medicamento não deverá ser aberto ou mastigado. 6. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica. 7. "Se persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado". 8. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o produto se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem. 9. Imagens meramente ilustrativas. Em caso de dúvida entre em contato com a Miligrama. 10. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. 11. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica. 12. Embora não existam contra indicações relativas a faixas etárias, recomendamos a utilização do produto para pacientes de idade adulta. 13. O uso do medicamento durante o período de amamentação também não é recomendado. 14. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica. 15. Possíveis efeitos adversos: Sonolência, tontura, dor de cabeça, fatiga, náusea. 16. A melatonina não deve ser administrada concomitantemente com álcool ou com outros medicamentos sem a indicação médica, pois devido a sua metabolização hepática, pode ocorrer redução ou exacerbação do seu efeito. 17. Este medicamento deve ser manipulado somente sob prescrição médica. Referências 1. Beom-Jin, L.; Seung-Goo, R.; Jing-Hao, C. Formulation and release characteristics of hydroxypropyl methylcellulose matrix tablet containing melatonin. Drug Dev Ind Pharm. v. 25. n. 4. p. 493-501. 1999. 2. Cardinali, D. P.; Pévet, P. Basic aspects of melatonina action. Sleep Med Rev. v. 2. n. 3. p. 175-190. 1998. 3. Damiani, J. M.; Sweet, B. V.; Sohoni, P. Melatonin: an option for managing sleep disorders in children with autism spectrum disorder. Am J Health Syst Pharm. v. 71. n. 2. p.95-101. 2014. 4. Daya, S.; Walker, R. B.; Glass, B. D. The effect of variations in pH and temperature on stability of melatonin in aqueous solution. J Pineal Res. v. 31. P. 155-158. 2001. 5. Dollins, A.B.; Zhdanova, I.V.; Wurtman, R. J.; Lynch, H. J.; Deng, M. H. Effect of inducing nocturnal serum melatonin concentrations in daytime on sleep, mood, body temperature, and performance. Proc Natl Acad USA. v. 91. p. 1824-1828. 1994. 6. Ferracioli-Oda, E.; Qawasmi, A.; Bloch, M. H.Meta-analysis: Melatonin for the treatment of primary sleep disorders. PLoS ONE. v.8. n. 5. 2013. 7. Fischer, T. W.; Greif, C.; Fluhr, J. W.; Wigger-Alberti, W.; Elsner, P. Percutaneous penetration of topically applied melatonin iin a cream and an alcoholic solution. Skin Pharmacol Physiol. v. 14. n. 4. p. 190-194. 2004. 8. Flo, A.; Calpena, A. C.; Halbaut, L.; Araya, E. I.; Fernández, F.; Clares, B. Melatonin delivery: transdermal and transbuccal evaluation in different vehicles. Pharm Res. v.33. n. 7. p. 1615-1627. 2016. 9. Galano,A.; Tan,D.X.; Reiter,R.J. On the free radical scavenging activities of melatonin's metabolites, AFMK and AMK. J Pineal Res. v. 54. n. 3. p. 245-257. 2013. 10. Hardeland, R.; PandiPerumal, S. R. Melatonin, a potent agent in antioxidative defense: actions as a natural food contaminant, gastrointestinal factor, drug and prodrug. NutrMetab. v. 2. p. 22–31. 2005. 11. Hoffmeister, C. R.; Durli, T. L.; Schaffazick, S. R.; Raffin, R. P.; Bender, E. A.; Beck, R. C.; Pohlmann, A. R.; Guterres, S. S. Hydrogels containing redispersible spray-dried melatonin-loaded nanocapsules: a formulation for transdermal-controlled delivery. Nanoscale Res Lett. v. 7. p. 251-264. 2012. 12. Lemoine, P.; Nir, T.; Laudon, M.; Zisapel, N. Prolonged-release melatonin improves sleep quality and morning alertness in insomnia patients aged 55 years and older and has no withdrawal effects. J Sleep Res. v. 16. n. 4. p. 372-380. 2007. 13. Lemoine, P.; Zisapel, N. Prolonged-release formulation of melatonin (Circadin) for the treatment of insomnia. Expert OpinPharmacother. v. 13. n. 6. p. 895-905. 2012. 14. Luthringer, R.; Muzet, M.; Zisapel, N.; Staner, L. The effect of prolonged-release melatonin on sleep measures and psychomotor performance in elderly patients with insomnia. IntClinPsychopharmacol. v. 24. n. 5. p. 239-249. 2009. 15. Malow, B.; Adkins, K. W.; McGrew, S. G.; Wang, L.; Goldman, S. E.; Fawkes, D.; Burnette, C. Melatonin for sleep in children with autism: A controlled trial examining dose, tolerability, and outcomes. J Autism DevDisord. v. 42. p. 1729-1737. 2012. 16. Martinez, G. R.; Almeida, E. A.; Klitzke, C. F.; Onuki, J.; Prado, F. M.; Medeiros, M. H.; Di Mascio, P. Measurement of melatonin and its metabolites: importance for the evaluation of their biological roles. Endocrine. v. 27. p. 111–118. 2005. 17. Reiter, R. J.; Tan, D. X.; Terron, M. P.; Flores, L. J.; Czarnocki, Z. Melatonin and its metabolites: new findings regarding their production and their radical scavenging actions. ActaBiochim Pol. v. 54. p. 1-9. 2007. 18. Rossignol, D. A.; Frye, R. E. Melatonin in autism spectrum disorders. CurrClinPharmacol. v.9. n. 4. p. 326-334. 2014. 19. Sousa Neto, J. A.; Castro, B. F. Melatonina, ritmos biológicos e sono – uma revisão da literatura. RevBrasNeurol. v. 44. p. 5-11. 2008. 20. Tomas-Zapico, C.; Coto-Montes, A. A proposed mechanism to explain the stimulatory effect of melatonin on antioxidative enzymes. J Pineal Res. v. 39. p.99–104. 2005. 21. Zhdanova, I. V. Melatonin as a hypnotic: Pro. Sleep Med Rev. v. 9. p. 51-65. 2005. 22. Wade, A. G.; Ford, I.; Crawford, G.; McMahon, A. D.; Nir, T.; Laudon, M.; Zisapel, N. Efficacy of prolonged release melatonin in insomnia patients aged 55-80 years: quality of sleep and next-day alertness outcomes. Curr Med Res Opin. v. 23. n. 10. p. 2597-2605. 2007. 23. Wade, A. G.; Ford, I.; Crawford, G.; McConnachie, A.; Nir, T.; Laudon, M.; Zisapel, N. Nightly treatment of primary insomnia with prolonged release melatonin for 6 months: a randomized placebo controlled trial on age and endogenous melatonin as predictors of efficacy and safety. BMC Med. v. 8. p. 51-69. 2010. 24. Wade, A. G.; Crawford, G.; Ford, I.; McConnachie, A.; Nir, T.; Laudon, M.; Zisapel, N. Prolonged release melatonin in the treatment of primary insomnia: evaluation of the age cut-off for short- and long-term response. Curr Med Res Opin. v. 27. p. 87-98. 2011. 25. Disponível em: https://pubchem.ncbi.nlm.nih.gov/compound/Melatonin#section=Therapeutic-Uses 26. Disponível em: http://www.drugbank.ca/drugs/DB0106527. Disponível: http://www.worldofchemicals.com/chemicals/chemical-properties/melatonin.html

Nossos Telefones

+55 (11) 2046-5200
+55 (11) 2047-0778